Este monumento é constituído por três blocos em posição aproximadamente vertical (esteios), com alguns outros já partidos, sobre os quais descansa uma grande laje (tampa ou mesa) a cobrir o espaço interior. Mede de altura cerca de 4,5 metros e a mesa tem 4,20 por 3,20 metros.

Sobre esta anta foram criadas muitas lendas, com a mais popular a ser a lenda da moura. Segundo esta tradição, a anta foi erigida por uma moura e a laje que se encontra horizontalmente em cima das que servem de pilares foi lá colocada pela dita, trazendo-a à cabeça, a fiar numa roca e com um filho ao colo.

A moura aparece todos os anos na madrugada de S. João a fiar uma roçada em cima da anta e rodeada por objectos de ouro; ao feliz mortal que lá passar em primeiro lugar será perguntado de qual gostará mais: se dos olhos da moura ou dos objectos de ouro que lá tem. Como todos têm dito que gostam mais dos objectos de ouro, eles têm-se transformado sempre em cinzas devido aos poderes mágicos da moura. Só conseguirão os objectos de ouro quando se agradarem mais dos olhos da moura e não do ouro.

Fonte: Portal da Freguesia de Arca